Galeria

 

 



A Cáritas Diocesana de Vila Real, no âmbito do Programa CLDS-3G, apresentou no dia 3 de Fevereiro, uma ação de sensibilização direcionada para a Prevenção Primária do Bullying Escolar.  

Os alunos do 4º ano, da Escola Básica do Douro e do Centro Escolar das Árvores foram desafiados a participar no jogo didático “A brincar e a rir, o bullying vamos prevenir”. Criado pela educadora social, Cátia Vaz, é o primeiro jogo existente em Portugal direcionado para a prevenção Primária do Bullying Escolar.

O instrumento didático surgiu após realização de vários estudos junto de crianças e professores que indicam que o bullying escolar começa a emergir desde cedo e a prevenção existente é escassa e pouco eficaz.

O jogo desenvolvido por Cátia Vaz, há 3 anos, no âmbito de uma tese de mestrado, pretende mostrar que é possível “aprender a brincar”. As figuras do jogo foram desenhadas manualmente por crianças e as questões elaboradas de acordo com o seu vocabulário.

Teresa Rodrigues, docente na Escola Básica do Douro, considera a ideia do jogo “muito interessante” porque o bullying acontece “cada vez mais cedo” e muitas vezes as crianças não se apercebem que estão a “praticar bullying”.

A ação foi promovida pelo CLDS-3G Vila Real no âmbito do projeto Cidadania Júnior, que tem como objetivo promover medidas que reforcem o exercício pleno da cidadania das crianças e jovens. 

“Como gerir o seu orçamento familiar” foi o workshop que decorreu no dia 8 de Fevereiro nas instalações da Cáritas de Vila Real. Uma ação organizada pela Cáritas Diocesana de Vila Real no âmbito do programa do CLDS-3 com o objetivo de dar competências ao nível da gestão doméstica a famílias em situação de vulnerabilidade financeira.

O economista Rui Silva, docente na UTAD, perante uma plateia muito interessada, deu dicas e conselhos para rentabilizar os já reduzidos orçamentos familiares.

A Cáritas Diocesana de Vila Real, no âmbito do Programa CLDS-3G, realizou no passado dia 31 de janeiro, uma sessão de esclarecimento sobre o Programa de Apoio ao Empreendedorismo Cooperativo (COOPJOVEM).

Um programa destinado a apoiar jovens no desenvolvimento de uma ideia de negócio. Os destinatários são jovens NEET (jovens que não trabalham, não estudam e não se encontram em formação), com idades compreendidas entre os 18 e os 29 anos, que residam em Portugal Continental e que possuam pelo menos o 9º ano de escolaridade ou o equivalente.

A coordenadora do Programa CLDS-3G, Sandra Marcelino, salienta a importância do COOPJOVEM porque “faculta novas possibilidades de integração social e profissional de jovens desempregados do concelho e ao mesmo tempo fomenta uma cultura solidária e de cooperação entre eles”.

Na sessão estiveram presentes 20 jovens.

Pág. 4 de 4

  • 1Apav.png
  • 1nervir.png
  • 2utad.png
  • 3iefp.png
  • 4regidouropark.png
  • 6katherein.png
  • A2000.png
  • agostinho.png
  • agricultores.png
  • associacao31.png
  • auchan.png
  • caliscrossbox.png
  • camilo.png
  • churrasquiera.png
  • consultua.png
  • cruz_vermelha.png
  • cuidamos.png
  • decathlon.png
  • diogo.png
  • dourovending.png
  • ecoar.png
  • encontro.png
  • ervas.png
  • jb.png
  • leitao.png
  • logo_basreal.png
  • luisleite.png
  • macdonalds.png
  • magnolia.png
  • martins.png
  • morgado.png
  • nervirpro.png
  • novareal.png
  • ptacademy.png
  • samarda.png
  • saopedro.png
  • sensations.png
  • siacfor.png
  • Símbolo_Vila_Marim_1.png
  • tear.png
  • tenis.png
  • tragamundos.png
  • valguard.png
  • vianova.png
  • vilareal.png

Please publish modules in offcanvas position.

ATENÇÃO: Este site do CLDS3G utiliza cookies. Ao navegar nele está a consentir a sua utilização. Saiba mais...